Google Maps completa 15 anos de cara nova e em busca de maior impacto social

O Google Maps completa neste sábado (8) 15 anos de existência. Criado em 2005 com a ambição de mapear toda a Terra, primeiramente trazendo informações apenas dos Estados Unidos e de países selecionados e chegando ao Brasil somente em 2007, hoje a plataforma é utilizada mensalmente por mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo e cobre 98% da população mundial, em 93 milhões de quilômetros quadrados.

Ao longo dessa década e meia de trajetória, o Google Maps  se renovou e passou de uma espécie de atlas online para algo essencial na vida das pessoas, útil para ir de um ponto a outro em quase todo o mundo. O aplicativo também serve para explorar lugares desconhecidos e até mesmo para realizar tarefas.

Desde a última quinta-feira (6), quando a empresa anunciou na sua sede, em São Paulo, novidades para celebrar o aniversário da ferramenta, o Maps está de cara nova para usuários dos aplicativos para Android e iOS.

As funcionalidades agora aparecem dispostas em abas de uso simples, que são Explorar, Dia a Dia, Salvos, Contribuir e Novidades. Além disso, o ícone do app mudou.

Uma das principais novidades, que será trazida em breve ao app, beneficia os pedestres. Para eles, haverá um sistema de realidade aumentada que buscará ajudar as pessoas que caminham por um lugar desconhecido a andar para o lado certo. 

Para tanto, o Maps reconhecerá o local que será capturado pela câmera do celular com a expressiva base de imagens do Street View .

Conheça as cinco novas abas do Maps

  • Explorar: contém informações, classificações e opiniões de usuários sobre cerca de 200 milhões de lugares pelo mundo. É a aba para quem busca referências e lugares novos;
  • Dia a Dia: como o próprio nome diz, auxilia o usuário em sua rotina. Para ter certeza que pegou o melhor caminho para o trabalho, por exemplo, basta marcar o percurso diário de casa para o trabalho para receber informações em tempo real sobre trânsito, duração do percurso e sugestões alternativas;
  • Salvos: para encontrar e organizar os locais salvos em uma página única, a aba Salvos é o caminho. Permite ver as escolhas do próprio usuário, encontrar lugares, organizar rotas e ainda compartilhar recomendações. Ajuda a facilitar a rotina do usuário ao agrupar lugares que frequenta regularmente;
  • Contribuir: além de ser ajudado pelo Maps, é possível também contribuir para os demais usuários. Na aba, é possível contribuir com conhecimentos sobre determinada região, como, por exemplo, detalhes sobre ruas e endereços, pontos ausentes no mapa e comentários com com fotos sobre estabelecimentos comerciais; 
  • Novidades: onde são reunidos lugares que estão em alta ou são recomendados de acordo com o histórico e as avaliações de cada usuário. A aba tem como base as informações de pessoas de área e as avaliações.

Em busca de ajudar a locomoção do usuário não importa como, seja a pé, de carro, bicicleta, moto, transporte público ou usando mais de um meio de transporte, o Google Maps traz, para algumas cidades brasileiras, o acompanhamento do serviço de transporte público .

Nos próximos meses, usuários do aplicativo em 61 cidades brasileiras terão informações em tempo real dos horários de chegada e de partida dos ônibus municipais, além de detalhes sobre linhas, rotas, quantidades de paradas e tempo delas.

Dentre as cidades listadas, estão as capitais Recife, Salvador, Maceió e Aracaju. Guarulhos, segunda cidade mais populosa do estado de São Paulo, atrás apenas da capital, também faz parte da lista.

As atualizações do Google Transit , serviço do Maps que oferece informações do transporte público, vão trazer os horários programados, facilitando o planejamento na hora de pegar um ônibus, por exemplo, de modo mais eficiente. Será possível saber se um ônibus está adiantado ou atrasado em relação ao previsto, inclusive.

Para visualizar o trajeto, basta acessar o app e selecionar a rota a partir das opções de transporte público disponíveis. Uma das grandes novidades apresentadas, inclusive, busca impactar mais diretamente na vida das pessoas, reconhecendo que muitos usuários se locomovem, por exemplo, de carro e em seguida a pé, no início e no final do percurso. A opção multimodal oferecerá combinações de diferentes tipos de transporte para o usuário chegar mais rápido e pagando menos ao seu destino.

Também em breve, será possível ter acesso a detalhes importantes antes do trajeto que podem facilitar a vida do usuário. Detalhes como a temperatura naquele meio de transporte, por exemplo, serão conhecidos com base na opinião de outros usuários, bem como a acessibilidade para usuários com necessidades especiais. Além disso,  a existência ou não de um vagão ou trecho exclusivo para mulheres estabelecido pela legislação ou até se aquele meio tem sistema de vigilância, como um guarda, câmeras ou um telefone disponível para pedir ajuda em caso de necessidade.

A ideia é tornar mais completa a experiência do usuário, cuidando da locomoção e também da segurança, do conforto e da opção, já que será possível escolher como ir a determinado lugar com mais informações com o novo Google Maps .

Fonte: IG Tecnologia