Enfermeira com Covid-19, vítima de violência doméstica cuspiu em PMs que a socorreu

01 dos militares testou positivo para a doença, o outro, em isolamento aguarda o resultado do exame.

No dia 12 de junho, uma técnica de enfermagem moradora de Barra do Bugres, vítima de violência doméstica, após sofrer agressões de seu companheiro foi atendida pela PM. Segundo a equipe policial, o agressor e a vítima estavam sendo conduzidos à delegacia, quando a mulher diagnosticada com coronavírus descumpriu o isolamento domiciliar e durante o percurso, a técnica de enfermagem iniciou uma série de agressões físicas e verbais contra os agentes públicos, e sabendo que estava com a Covid-19, cuspiu nos 02 (dois) policiais e nesse momento informou gritando que havia testado positivo para o novo coronavirus. Diante da possibilidade de contágio, os agentes  buscaram atendimento médico para a realização de exame (Swab – PCR). Um deles testou positivo para a doença e o outro agente policial aguarda o resultado de exames. Ambos seguem em isolamento domiciliar.

Fonte: Assessoria 7º CR/PMMT